As estátuas do Rhône e do Saône em Lyon

Caso você não saiba, as estátuas do Rhône e do Saône contam muito sobre Lyon! Para os amantes de arte, procurar por essas obras pela cidade é uma verdadeira aventura, mas todos turistas se encantam!

Além da beleza das estátuas, é claro que as obras têm muito para contar sobre lendas e a história de Lyon. Eles representam a força da cidade e a gratidão de Lyon aos seus rios que deixam o cartão-postal da cidade ainda mais belo!

Hoje você conhecerá um pouco melhor sobre as estátuas do Rhône e do Saône em Lyon. Assim, você não perderá nenhum detalhe na sua viagem!

Onde estão localizadas as estátuas do Rhône e do Saône em Lyon?

Ponte Kitchener-Marchand

Estátuas do Rhône e do Saône, Lyon - França

Ponte Kitchener-Marchand. Foto: Biblioteca Municipal de Lyon

Do fim da década de 1820, essa ponte é uma das mais antigas. Ela fica entre Perrache e Fourvière, duas das principais zonas para turistas em Lyon.

Mas quanto às estátuas do Rhône e do Saône, elas estão em dois pilares rebaixados da ponte. Feitas em ferro fundido, elas foram produzidas por Marcel Renard em 1947.

O pedestal da estátua de Luís XIV

A estátua do Rei Luís XIV fica localizada na Praça Bellecour.  Em cada lado do seu pedestal há uma estátua diferente, que simbolizam o Rhône e Saône. De um lado há uma mulher deitada em um leão calmo, significando principalmente a pacificação.

Estátua de Luís XIV na Praça Bellecour em Lyon

Estátua de Luís XIV – Praça Bellecour – Lyon, França. Foto: Pixabay

Já do outro lado há um homem também deitado sobre um leão rugindo. Além disso, ele possui um remo na mão e tem uma aparência valente, simbolizando o Rhône. A escultura por sua vez tem em volta peixe entre outros produtos que remetem à riqueza que era dada pelo rio e o vale das águas do Rhône.

Ambas estátuas foram produzidas em 1719 pelos escultores Nicolas e Guillaume Coustou.

A fachada da 3 Rue Président Carnot

Estátuas do Rhône e do Saône

Estátuas do Rhône e do Saône. Foto: reprodução/Pinterest

Entre a Praça Bellecour e o Cordeliers há duas esculturas ornamentais emoldurando uma janela na 3 rue Président Carnot. A estátua da esquerda é uma mulher, que segundo especulações, representaria Saône. Já a estátua da direita é uma figura de um velho barbudo, que parece representar o  Rhône.

Embora não se tenha muita informação oficial sobre essas obras, elas significam força e domínio, já que se tratam de dois atlantes (esculturas que também podem ser usadas como suportes de varandas).

Palais du Commerce e Bolsa de Valores

Le Rhone et la Saone - Palais Du Commerce - Lyon

Le Rhone et la Saone – Palais Du Commerce – Lyon. Foto: Pinterest

Na Place des Cordeliers pode ser encontrada a escada do Palácio de Comércio e da Bolsa de Valores. Ela possui uma escultura curiosa. Ali retrata-se um homem que na verdade seria Rhône. Os seus músculos são bem delineados e logo na parte de baixo há Saône flutuando.

Toda essa mistura de significados atrai muitos curiosos. Há inclusive uma inscrição no chão: “Le Rhône et la Saône”. A escultura foi instalada em 1907 e é uma obra do artista André Vermare.

Entrada do museu de Impressão e Comunicação Gráfica

No pátio do Hôtel de la Couronne você encontrará um prédio com arquitetura renascentista e uma escada em espiral. Ali há também uma obra do artista Philppe Lalyame do século 18.

Musée de l'imprimerie - Lyon, França

Musée de l’imprimerie – Lyon, França. Foto: Pinterest

Essa é mais uma das estátuas do Rhône e do Saône que retrata ambos, desta vez deitados e com uma urna que deixa escorrer água. Simbólica, a obra é pouco conhecida entre os turistas.

Ponte Lafayette

Indo em direção a 6ª Arrondissement de Lyon está a ponte Lafayette. O nome foi uma homenagem a esse francês que chegou em Lyon no ano de 1929 passando pela ponte.

Ponte Lafayette, Lyon

Ponte Lafayette, Lyon. Foto: Flickr

A estrutura antiga foi substituída por outra em 1890 de metal e pedras brancas com mais um conjunto de estátuas do Rhône e do Saône. Cada lado da ponte é decorado com uma estátua que são reproduções de outra na Place Bellecour.

Rio Rhône e Saône

Mas qual a importância desses rios, afinal? Em Lyon, as estátuas do Rhône e do Saône simbolizam mais do que apenas rios. Na verdade, eles são símbolos de desenvolvimento, agricultura e energia.

O Rio Rhône corta não apenas a França, mas também a Suíça. Ele conta com 812 quilômetros ao todo e foi muito importante em outros séculos para fornecer água e comida aos povos.

É em Lyon que o Rhône encontra Saône. Portanto, o Saône é um afluente do Rhône. Ele nasce mais especificamente em Vioménil, no departamento de Vosges. 

Ambos rios foram muito importantes principalmente para as navegações que saiam e chegavam de Lyon. Por isso, ganharam um sentido ainda mais profundo na cidade, pois retratam sua força.

Uma das curiosidades são as cheias do Saône. Uma das mais famosas ocorreu em 1840, destruindo diversas construções próximas do rio. A última cheia mais perigosa e que deixou marcas foi em 2006.

Portanto, você pode ver que as estátuas do Rhône e do Saône são verdadeiros patrimônios de Lyon. A cidade realmente valoriza e respeita a força de suas águas, mas também faz questão de prestar homenagens através das obras de arte. E por falar em obras de arte, conheça também a história dos traboules de Lyon.

Conheça as estátuas do Rhône e do Saône com a GIMtravel

Uma das dicas para conhecer a história de Lyon é explorar as margens dos rios em um belo passeio. Você com certeza vai sentir de perto a alma e o coração da cidade, principalmente na primavera e no verão.

Para desvendar os enigmas por trás das estátuas do Rhône e do Saône, conte com a GIMtravel. Fazemos roteiros sob medida, para otimizar o seu passeio e deixá-lo muito mais interessante. Além disso, nossos guias locais o acompanharão por todo o percurso em seu idioma.

Gostou? Então entre em contato conosco e agende o seu passeio pela história de Lyon.

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: